segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Temos um pouco de Zezé em nós - uma pequena e subjetiva resenha do livro “Meu pé de laranja lima” de José Mauro de Vasconcelos

Acabo de ler o precioso livro escrito por José Mauro de Vasconcelos e o que me vem à mente é o quanto nós temos, pelo menos, um pouco do menino Zezé em nós.
Zezé é um menino sapeca, alegre e preocupado com sua família. Criança sonhadora, que nos permite sonhar com ela. Tem seu reino e suas reinações. Suas fantasias e seu modo especial de se inserir nelas, como toda criança deve ter e ser.
O livro nos confronta no cuidado que temos de ter com nossas crianças e sua formação, do jeito que lidamos com elas e nos importamos com seu mundo, por vezes, tão frágil.
De família pobre, o livro nos ensina a valorizar o que temos e a nos importar com quem tem menos. Com nosso próximo. Dividir, Zezé de coração puro, ensina-nos a dividir.  
Seu pé de laranja lima me faz recordar das minhas fantasias de criança e de que nem cheguei a me despedir delas; guardando, no entanto, em meu coração todas as aventuras que tive quando era menor, quando a vida me era mais leve e segura.
O que carregamos de Zezé está, principalmente, no fato de que todos carecemos de um pouco de ternura, de atenção e afeto. Todos precisamos de que alguém olhe para nós e nos veja como realmente somos.
A dor e a tristeza também são universais. A dor pela qual Zezé passa nos atinge, transporta-nos para o seu interior e nos transforma. Já o amor. Esse nos une e é especial. Deve ser manifestado em gestos, palavras e ações.
Seu Portuga, com certeza, marcou esse menino para sempre. Assim como me marcou.
Nas últimas palavras do livro, encontrei-me quase incapaz de prosseguir por tamanha leveza e sentimento. Elas ainda calam meu coração e me fazem querer chorar. Recomendo. Recomendo por sua sensibilidade, que tanto precisamos reencontrar nesses dias, sejam eles natalinos ou não.
Que a vontade de Zezé, de ver o nascimento do menino Jesus para ele, também venha até nós.


Nenhum comentário: