domingo, 22 de dezembro de 2013

In the darkest day... / No dia mais escuro...*

A text to celebrate the winter solstice in the north hemisphere, my new place.
A text for my friends Yasmin and Izadora, who are along with me in the brighter days and even in the darker days.

In the darkest day of the year, I want to stay still waiting for the light which will come with the next dawn.
I want to hope silently for the mercy that is coming with the morning.
In the darkest day, I want a cup of tea and a bunch of friends around me.
I just want to take a long sip of coffee while I hear an encouraging story about dreams coming true.

Yes, in the shortest day of the year, I want to keep my heart warmed.
Ready for brighter days and for the time when I will feel fulfilled again.
Expecting for a cozy colder weather when the dark is not scaring me anymore.
When light is around it is easier to face the winter that has come.
It is easier to face the mean predictions.

In the darkest day of the year, I want to see you popping up, bringing your joy and sharing it with me because the brighter days have arrived.
I would like to talk to you holding a mug of that hot chocolate with cream that we like most.
Hot chocolate that has been heating us and keeping us together through all of this.
I wish to read a book full of adventures to cheer me up.
I desire writing a book full of especial and unexpected scenes to challenge me up.

Oh no, in the shortest day of the year, I do not want to lose what I want to do.
None. I am not ready to give up on my dreams.
On the other hand, I feel alive enough to fight for them.
Yes, by now, when the light will come to rescue me from the dark and give me strength to face the cold days.

I may not be able to accomplish these wishes in the darkest day of the year.
However, I will be able to see these events happening along when light starts to increase.

Yes, from now onward.

----
Um texto em comemoração so solstício de inverno no hemisfério norte, minha nova morada, quando começa o inverno
Um texto em homenagem as amigas Yasmin e Izadora, que estão comigo seja nos dias mais brilhantes ou, até mesmo, nos mais escuros.

No dia mais escuro do ano, eu quero quieto esperar pela luz que vem junto com o próximo amanhecer.
Eu quero esperar silenciosamente pela graça que vem com a próxima manhã.
No dia mais escuro, eu quero chá e um grupo de amigos ao redor de mim.
Eu só quero apenas tomar um longo gole de café enquanto ouço uma história encorajadora.

Sim, no dia mais curto do ano, eu quero manter meu coração aquecido.
Pronto para os dias mais claros e para o tempo em que me sentirei completo novamente.
Esperando por um tempo frio aconchegante, quando a escuridão não me assusta mais.
Quando a luz está ao redor é mais fácil enfrentar o inverno que chegou.
É mais fácil de enfrentar as más previsões.

No dia mais frio do ano, quero que você apareça, trazendo a sua alegria e a compartilhando comigo, porque dias mais luminosos estão chegando.
Gostaria de conversar com você segurando uma caneca daquele chocolate quente com creme de que mais gostamos.
Chocolate quente este que tem nos aquecido e nos mantido juntos por todo esse processo.
Eu desejo ler livros cheios de aventuras para me animar.
Eu desejo escrever um livro cheio de cenas especiais e inesperadas para me desafiar.

Ah não, no dia mais curto do ano, não quero perder o que quero fazer.
Nada. Não estou disposto a desistir dos meus sonhos.
Pelo contrário, sinto-me vivo o suficiente para lutar por eles.
Sim, agora, quando a luz virá para me resgatar da escuridão e me dar força para enfrentar o dias frios.

Eu posso não conseguir realizar estes desejos no dia mais frio do ano.
No entanto, eu serei capaz de ver esses eventos acontecendo quando a luz começar a aumentar.

Sim, a partir de agora para frente.


*Firstly written in English. / Primeiramente, escrito em inglês.



Nenhum comentário: