terça-feira, 18 de junho de 2013

Onde tudo é tão especial 3!

“Life, they say is a series of moments big and small, joyous and tragic. It is these moments that give our life shape and meaning; that call us to examine the path we’ve taken and what the future holds.” // "A vida, dizem, é uma série de momentos grandes e pequenos, alegres e trágicos. São esses momentos que dão a nossa vida forma e significado; que nos chamam a examinar o caminho que nós tomamos e o que o futuro nos reserva".
— Erica Strange from CBC’s Being Erica



Bem daqui, desse cantinho na minha sala, digitei meu primeiro texto saudoso sobre a minha terra, estando ainda nela. Choveu, calmamente, naquele dia.
Semelhantemente, como naquele dia, não faço ideia do que há de vir.
Hoje, depois de idas e vindas, aproxima-se mais uma ida. O sentimento de saudosismo me preenche, avassaladoramente, de novo. Traz, em suas faces, o rosto da coragem, do deixar ir, mas nunca a face do desprezo e indiferença de me afastar e esquecer.
Vou sentir falta. E isso me envolve fortemente. Apesar de reticente quanto a mudanças, procuro-a como procuro a um combustível. Este me propulsionando a prosseguir e me lançar dentro dos meus sonhos. Os sonhos, claro, são para serem vividos e, mais, perseguidos. Acredito nisso com força e intensidade tal que quero levar todos comigo. 
Conheço alguns sentimentos que sentirei: não pertencimento, medo, apreensão, solidão... Poderia continuar enumerando, mas por quê? Por que continuar, se eu posso focar nos outros bons sentimentos que também sentirei? Por que se posso focar no crescimento pelo qual passarei? 
Acho que a vida é isso, um eterno amadurecer. E mesmo quando bem maduros, não há nada que ainda não possamos aprender. 
Reporto-me a 2009, ano de grandes mudanças, e como me transformei de lá para cá. Aprendi a me desapegar e, repetindo, deixar ir. E isso me fez bem. Apagando o ruim e guardando dentro de mim o que valeu a pena. Aprendi que amizades verdadeiras permanecem, mesmo que a distância se imponha. Que a família é meu maior bem e que dela não abro mão. 
Vou caminhando. Gosto desse verbo: caminhar. 
Vou caminhando em busca de maior aprendizado. 
Quer um conselho? Busque você também. 
A paisagem é maravilhosa. 
Vejo você por aí, nas esquinas da vida. Nas avenidas do amadurecimento. 
Despeço-me da minha terra, certo de que quando voltarei, voltarei diferente, mas ela ainda estará aqui para ser preenchida pela minha nova bagagem. Ela estará aqui para me lembrar de onde eu parti e o tanto que eu mudei e cresci.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Alterações e Novas Funções

Olá, todos e todas!
O blog sofreu algumas pequenas mudanças pra poder se enquadrar melhor a minha fase atual.
As abas mudaram de nome! 
Agora, há uma página onde trato sobre a minha paixão por escrita. O projetos que tenho em andamento e outras coisas, inclusive, dicas. 
Outra é Londres sem Fronteiras, que visa dar indicações e conselhos de lugares para visitar em Londres, além de noções sobre como tem sido a minha viagem pelo Ciência sem Fronteiras.
O Ciência e Vida e para tratar desse assunto de que tanto gosto: Ciência!
Além disso, adicionei gadgets, onde vocês podem acompanhar meu Instagram e meu Twitter

Espero que gostem das alterações!
E, logo, tem post novo ali no Ciência e Vida!
Acompanhem!

domingo, 2 de junho de 2013

Sobre sonhos, amizade, despedidas e Londres! Ah, Londres!

Seguramente, esse é o maior título que já usei nesse blog. Isso é bom, porque mesmo que você não queira ler tudo, o título já falou boa parte do que o texto se trata.
Isso mesmo: estou realizando um sonho com o apoio dos meus amigos dos quais me despedi, recentemente, para ir estudar em Londres. Guardadas as devidas proporções, meu caro leitor, você podia ter parado ali em cima, no título, ou pode parar aqui. Ponto.
Se insiste em continuar, a narrativa começa agora. Agorinha, só mencionar que dei o play numa lista de música que tenho, chamada Ânimo (ok, super criativo! Não me julgue!). Se você não sabe, isso indica que quero-estar/estou animado. Apertem os cintos, o post será grande. Bem, pra ser coerente com o título, pelo menos!

Tudo começou em 24 de junho de... ops, nada de nascimentos aqui! ...Brincadeira! rs!
Prosseguindo: o sonho se estabeleceu, nasceu, surgiu, como preferir, no final de dezembro de 2012/ começo de janeiro de 2013, pra ser sincero. "Nossa, mas que sonho mais mal sonhado!" -, você pode pensar. Todavia, querido persistente, deixe lhe dizer que, na verdade, essa é a continuação de um sonho. Estudei nos EUA no período de Outono de 2012, foi um grande projeto realizado. Pensei em tentar o edital do Ciência sem Fronteiras (CsF), mas foi algo vago. Somente no final de dezembro que o projeto tomou mais corpo e em janeiro fiz o TOEFL, acompanhado de duas companheiras de sonho! O GC (Grupo de Convivência) sempre presente também, devo mencionar, suportando-me em oração e me ajudando com palavras sábias. 
Passado o teste, o proceso de seleção foi intenso. Quem tentou o CsF que sabe! rs! Altas discussões de qual universidade tentarmos e, por fim, colocamos Kingston em primeiro lugar! Falo no plural, porque uma pequena-grande amiga passou por isso comigo e fomos aceitos na Kingston University! Estudaremos juntos, mais uma vez, lá!
Curso? Bioquímica!
Cidade? Londres. Dá pra acreditar?
Atualmente, estou em processo de tirar o visto. Na verdade, o aguardo em casa, já. Parto do Brasil no finalzim de junho, após meu aniversário e após o começo da estação de que mais gosto por aqui, o inverno.
Desfiz apartamento na cidade onde estudo, fechei algumas arestas acadêmicas e chegou a hora de vir para o lar doce lar passar meus últimos dias na minha pátria amada.
Saí de Viçosa rumo ao Rio às 23:15h, alguns amigos preciosos foram comigo até à rodoviária. O momento nostálgico nos trouxe lágrimas e, claro, muitos abraços. Boas lembranças em nossas memórias invadiram nossos olhos e transbordaram!
Caminho seguro, porque os tenho, meus amigos, dentro do meu coração. Certo de que eles traçam seus projetos sabendo que podem contar comigo, como eu conto com eles.
Amo vocês! Minha Turma do Bem!
Alguns não estarão mais na UFV, quando eu voltar, mas sei que ainda nos veremos!
Que venham novos dias! Que venham novos projetos!
Que venha a despedida do final de junho!
Obrigado a todos que me ajudaram até aqui!

Alguns dos preciosos amigos dessa que se tornou minha segunda casa!


PS.: O post nem foi tão grande assim, viu?! Até mais! =)