quinta-feira, 18 de abril de 2013

Dicionário Ronni de Palavras


Se eu fosse um linguista e me dessem a incumbência de um novo dicionário escrever – e, com ele, não somente novas palavras criar, mas também o mundo modificar –, eu tiraria logo a palavra GUERRA do rol das minhas palavras selecionadas. Guerra é dor. Guerra é ego. Como as crianças dizem: “faz dodói!”. Portanto, fora guerra, fora dor, fora choro.
Fora mesmo: ÓDIO, ENGANAÇÃO, PERVERSIDADE.
Essas que fazem a gente sofrer, sabe?
DESÂNIMO e PREGUIÇA, basta da existência maléfica dessas palavras. Já fizeram muita gente perder muita coisa boa por causa delas! Sobre a preguiça, o LAZER se desvincularia dela. Ter momentos bons é sempre valoroso, mas por que preguiça tem de estar incluída no seu significado?
Quanto ao CHORO, deixaria apenas o significado necessário para que a alegria aconteça. Se for chorar, que chore de alegria! Uma alusão vaga ao choro por saudade poderia ser feita, porque, afinal, se temos saudade é porque algo bom aconteceu.
Um colaborador sugeriu que tirasse a INDIFERENÇA. Eu tiro, porque quero que todos conheçam apenas a DIFERENÇA. Faça diferente, seja original. Mas uma diferença que contribui para a igualdade, para um mundo harmonioso na sua diversidade. Uma diferença que traz em suas asas a MUDANÇA.
No dicionário que criaria, manteria a palavra PERFEIÇÃO, mas a aperfeiçoaria com a palavra EQUILÍBRIO e MOTIVAÇÃO. Algo naturalmente alcançável sem pressão!
Destacaria a palavra IDENTIDADE, quando sabemos exatamente quem somos e para onde queremos ir. Sendo a DECISÃO parte importante de seu significado.
FELICIDADE estaria ali. Disponível para todos.
DESIGUALDADE seria cortada, por que precisaríamos conhecê-la?
LIBERDADE, conhecida e estimada por todos.
ESTUDO, na lista do que dá prazer. Por que aprender tem de ser algo ruim e enfadonho? Reestruturação para essa palavra já!
O RISO, SORRISO, que seja fácil e leve.
SIMPLICIDADE e HUMILDADE como boa prática, sem sentido que lembre o denegrir ou o desgastar.
FAMÍLIA e AMIGOS com sentido essencial. 
Muitas outras alterações faria, mas, certeza de que o verbo SONHAR seria o de obrigação!
E o AMOR seria a primeira palavra de sentido completo no “Dicionário Ronni-de-Palavras-Re-significadas”.
Amor, a primeira coisa que deve ser aprendida e praticada. Amor por si e pelo próximo. Amor ao que se faz. Amor, amor, amor!