domingo, 24 de fevereiro de 2013

Sobre o prédio 200

Tudo pronto!
Ainda em janeiro decidi mudar, novamente. Nada muito abstrato, pelo contrário, muito real.
Do lugar onde vivi os últimos dois anos sonhando, estudando, conversando, escrevendo, eu escrevo esse texto. Sim, numa espécie de despedida.
Será um novo endereço. Novo apartamento e, bem, um novo ano.
No entanto, agora, quero me recordar que no meu antigo lugar vivi momentos muito bons. Foi onde uma amizade virou irmandade, onde muitas de minhas melodias internas foram externalizadas. Onde tomei coragem de me afastar do que me sufocava, me impedia. A partir de onde fui viver um dos maiores sonhos da minha vida e comecei a digitar as primeiras linhas de algo que é um projeto muito especial para mim.
Mudar, uma chance de recomeçar.
Preciso prosseguir, começar de novo, enfrentar velhos hábitos, esquecer algumas lembranças. Ter espaço para sarar certas feridas.
Talvez, uma das únicas constantes da minha vida, ironicamente, tem sido a mudança, e gosto disso.
Agora, vou para onde viverei esse ano, já aguardando outra mudança maior.
O objetivo da mudança tem de ser o melhorar e quero isso: quero ser melhor.
Quando melhoro, mudo.
Mudo querendo melhorar.
Espero que o prédio 200 me seja um lugar de grandes desafios e conquistas ainda maiores, um lugar de descanso e onde aqueles, que me acompanharam nos outros lugares e permanecem comigo, serão muito bem-vindos.

Nenhum comentário: