sexta-feira, 13 de julho de 2012

Seis Meses

Já se passaram seis meses, meu amigo. Não exatos como aqueles aos que muita gente está acostumada, mas sim aqueles seis meses aos quais nós estamos acostumados. Um período.
Foi assim: o choro da partida; a saudade das conversas; a lembrança dos jantares nem tão bem feitos, mas nossos; e o café, pronto para ser de novo preparado. O tempo foi passando, os dias se somando, indo-se. Notícias vão, notícias vêm. Conversas nem tão completas assim para saber do que se passa. 

Você foi ganhar o grande e eu acabei conquistando o macro também.
Você venceu. Posso dizer também que eu venci.
A amizade permaneceu!
Hoje, você vem e eu estou para ir.
Numa ironia incrível, como se o tempo nos punisse. Os meses passaram rápido e, talvez, por isso estejamos sendo castigados pela distância outra vez.
De qualquer forma, a despeito do tempo e espaço, eu sei, um dia, a gente volta a se encontrar.

Nenhum comentário: