sábado, 28 de abril de 2012

Amizades


...Antes de você ler esse texto você deve saber que ele se trata sobre algo antigo e bom.
Amizade. Você não paga por um amigo. Mas qual o valor de um amigo? Eles são impagáveis, de um valor inestimável!
O texto segue como se fosse a um amigo. Com direito a rimas simples, de conversas que temos no dia-a-dia mesmo!
Escrevo sobre amizade novamente, porque veio inspiração ao pensar nas minhas amizades que fiz na Universidade. 


Você sabe que se tornou amigo de alguém, quando um final de semana ou um feriado prolongado longe o faz sentir saudade.
Longe e tudo você liga à pessoa. Qualquer risada, qualquer pensamento.
Seu grupo faz falta. Você pensa: “Essa tarde seria melhor aproveitada ao lado de tal e tal pessoa”. Seus amigos, claro!
Ficar longe faz parecer que algo está fora do lugar.
A vida segue diferente longe de quem realmente entende a gente.
Férias longe, sem eles, no começo pode até ser legal, quando se tem muito lugar para visitar, mas com o decorrer do tempo é uma tortura.
Saudade dos amigos. Saudade da companhia deles.
Pergunto-me: sem eles, como prosseguiria?
Pergunto-me: sem eles, como seriam os dias?
Pergunto-me: sem eles, como aproveitaria?
Afinal, sem eles, como seria?
Acho até que saudade veio da palavra amizade.
Mas uma amizade bem estabelecida, quando o amigo longe faz doer o coração.
Saudade/Amizade. Você longe, de fato, perco meu chão.

-----------------------------------
Obrigado, Ca! Dedico esse texto a você!