sábado, 21 de janeiro de 2012

A Prisão

Já parou para pensar que a escrita - refiro-me à necessidade de escrever - também pode ser uma maldição?
Por vezes, pego-me depositando em papel o que na verdade deveria estar jogando ao vento. Aprisiono as palavras e não digo o que tinha o dever de dizer.
Eu explico melhor.
Existem palavras e sensações que jamais caberiam em papel. E eu as diminuo ao ponto de uma folha em branco caber todo o meu dizer. Uma bênção, você poderia dizer. Uma prisão, é o que eu digo.
Quando assim as aprisiono, vejo-me vazio.
O que deveria ser acompanhado de um olhar sincero e uma certa entonação de voz nas lembranças de quem ouve, é transformado no limite de algumas palavras.
Sem o olhar. Sem a entonação. Sem o gesto. Sem o cheiro. Sem o toque. Sem a sensação.
Lastimável.
Mas, paradoxalmente, reconheço que, em muitos momentos, é a solução. Portanto, limito-me e expresso, mesmo que em cadeias, o mais profundo do meu ser em palavras, na esperança de outro ler e assim, em si, libertar tudo o que eu queria dizer.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Nova Interface!

Olá!
O ano começa com novidades para o blog!
Como vocês podem perceber ele possui uma nova interface, assinada pelo meu amigo Thiago Muniz.
E duas novas seções, já conferiram?
A temática nova do blog tem a ver com conversa. Existe atitude melhor para se ter uma boa conversa do que uma caminhada?
E, então, vamos caminhar um pouco?