segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Os Outros

Mais uma teoria:
Imagine se o outro fosse tratado por mim como eu gostaria que eu fosse tratado.
Sempre assim.
Eu cuidando dos outros muito mais do que de mim.
E todas as pessoas passassem a fazer o mesmo. Olhar o próximo como a si mesmas.
Somando, multiplicando e também dividindo e diminuindo, toda essa conta estaria, de certa forma, pendendo para mim.
Porque eu cuido dos outros e os outros de mim.
São muitos para mim e poucos de mim para os outros.
O bem estaria realizado, porque de mim em mim, os outros seriam em muito maior número para mim.
Eu para os outros.
E os outros...
Vocês sabem, e devo dizer, os outros para mim.
Um bonito ciclo, onde quem cuida do outro é cuidado por esses muitos outros.


2 comentários:

Alex disse...

muito bom, Ronni! :D
um dia desses estive refletindo sobre um assunto muito parecido, e confesso que não entendo porque as pessoas não se esforçam só um pouco pra fazer as coisas darem certo. aliás, o que não é esforço nenhum, pois o pequeno esforço de mim traz retorno de muitos pequenos esforços de outros (:

Paulo Henrique disse...

Pergunte a uma senhorita chamada Isabel Neves se não era tudo isso que a gente falava há uns 2 anos?! E um companheiro de teoria ao meu lado nesse tempo todo...
Realmente admirável sua ideia. E basta uma ação minha aqui, outra ali e de repente todos são contagiados...