domingo, 6 de junho de 2010

Respiração

Deus soprou nas narinas de Adão e a VIDA começou...
Paro por alguns instantes para perceber minha respiração.
...
Lembro-me de mais algumas:
A forte e pesada da mãe!
A intermitente da irmã...
A imperceptível do pai...
A estrondosa, a noite, do irmão...
A entrecortada e cansada do amigo...
...
Senti-las, percebê-las me faz bem.
Estão perto o suficiente...
Mostra vida e, em todos esses casos, vida em abundância.
Respirar é sinal de vida!
O sopro que transforma minha percepção e me livra de medos...

5 comentários:

paulinha disse...

É tão bom ler seus textos! Você é o meu poeta do coração... Louvo a Deus pelo ar, pelo fôlego de vida, por você existir e me lembrar de coisas tão fundamentais!

Rodolfo disse...

Que absurdo!!! Respiração estrondosa do irmão??? Você ronca e fala a noite toda, como pode ouvir minha respiração???? kkkkkkk
te amo muitooooo! Uma semana abençoada!!!

Marconi disse...

Texto profundo e tocante como sempre...
adoro visitar esse seu "lugar" aqui, Roni.

Gerlane Oliveira disse...

É escuso dizer que não há palavras para expressar como é bom ser lembrada de coisas tão simples,mas que nos permitem muito, como respirar.

Ronni, você tem edificado muito minha vida!Obrigada.

Nossa, eu sempre achei o Rodolfo a sua cara,rs, mas não passava pela minha mente que era seu irmão. Agora tá explicado,rs.

Um abraço. Deus continue te abençoando.

Sabrina Simon disse...

Gosto de falar de Sopro... de inspiração... é a minha forma de perceber e manifestar a vida...